Um Curso
em Milagres

Edição online autorizada
Livro de Exercícios

LIÇÃO 47

Deus é a força na qual eu confio.

1. 1Se tu confias na tua própria força, tens toda razão para estar apreensivo, ansioso e amedrontado. 2O que podes predizer ou controlar? 3O que há em ti com que se possa contar? 4O que te daria capacidade de estar ciente de todas as facetas de qualquer problema e de resolvê-los de tal modo que só o bem possa advir? 5O que há em ti que te dê o reconhecimento da solução certa e a garantia de que será realizada?

2. 1Por ti mesmo não podes fazer nenhuma dessas coisas. 2Acreditar que podes é depositar a tua confiança onde a confiança não foi autorizada e justificar o medo, a ansiedade, a depressão, a raiva e o pesar. 3Quem pode depositar sua fé na fraqueza e sentir-se seguro? 4E, no entanto, quem pode depositar sua fé na força e sentir-se fraco?

3. 1Deus é a tua segurança em qualquer circunstância. 2A Sua Voz fala por Ele em todas as situações e em cada aspecto de todas as situações, dizendo-te exatamente o que fazer para invocar a Sua força e a Sua proteção. 3Não há nenhuma exceção, porque em Deus não há exceções. 4E a Voz que fala por Ele pensa como Ele.

4. 1Hoje tentaremos alcançar o que está além da tua própria fraqueza e chegar à Fonte da força real. 2Quatro períodos de cinco minutos são necessários hoje e recomenda-se insistentemente períodos mais longos e frequentes. 3Fecha os olhos e começa como de costume, repetindo a ideia para o dia. 4Em seguida, passa um ou dois minutos em busca de situações na tua vida nas quais investiste o medo, descartando cada uma delas dizendo a ti mesmo:

5Deus é a força na qual eu confio.

5. 1Agora tenta passar com leveza por todas as preocupações relacionadas com o teu próprio senso de inadequação. 2É óbvio que qualquer situação que te cause preocupação está associada com sentimentos de inadequação, pois, de outro modo, acreditarias que podes lidar com a situação com sucesso. 3Não é acreditando em ti mesmo que ganharás confiança. 4Mas a força de Deus em ti tem sucesso em todas as coisas.

6. 1O reconhecimento da tua própria fragilidade é um passo necessário na correção dos teus erros, mas dificilmente seria suficiente para te dar a confiança que necessitas e à qual tens direito. 2Também tens que ganhar a consciência de que a confiança na tua força real é inteiramente justificada sob todos os aspectos e em todas as circunstâncias.

7. 1Na fase final do período de prática, tenta alcançar o que está embaixo na tua mente, em um lugar onde há real segurança. 2Reconhecerás que o alcançaste se sentires uma sensação de profunda paz, por mais breve que seja. 3Desliga-te de todas as coisas triviais que se agitam e borbulham na superfície da tua mente e alcança o que está por baixo até chegares ao Reino dos Céus. 4Há um lugar em ti onde há paz perfeita. 5Há um lugar em ti onde nada é impossível. 6Há um lugar em ti onde habita a força de Deus.

8. 1Durante o dia, repete a ideia com frequência. 2Usa-a como a tua resposta a qualquer perturbação. 3Lembra-te de que a paz é um direito teu, porque estás depositando a tua confiança na força de Deus.